O Chainsmokers estão enfrentando duras críticas após algumas imagens do show beneficente que a dupla fez nos Hamptons, em Nova York, no último sábado (25), circularem na internet mostrando as pessoas desobedecendo o distanciamento social de prevenção ao novo coronavírus.

O concerto aconteceu no formato drive-in, ou seja, projetado para que os participantes assistissem ao show dentro de seus carros, com todos os lucros do ingressos, que custaram em torno de $1.250 a $25.000, revertidos para as instituições de caridades locais.

No entanto, as gravações mostram o público fora dos veículos, sem cumprir a distância segura para conter a disseminação da doença, e sem cumprir o uso das máscaras.

Segundo o jornal The Washington Post, o Departamento de Saúde de Nova York abriu uma investigação após a circulação das imagens, para verificar se o evento realmente violou as ordens do governo estadual de prevenção à Covid-19.