Fenômeno deixou céu acinzentado. Meteorologia afirma que frente fria prevista para o estado deve afastar massa de ar mais seco nos próximos dias. 


Por Joana Caldas, g1 SC e NSC TV

Imagens mostram que a fumaça das queimadas da Amazônia chegaram à Grande Florianópolis. A Defesa Civil confirmou que a situação no Norte do país influenciou o céu, mais acinzentado, na capital catarinense nesta sexta-feira (9).


Desde quinta (8), cidades no Oeste de Santa Catarina como Chapecó, Dionísio Cerqueira, São Miguel do Oeste e Itapiranga, também registram o fenômeno. 


Caminho da fumaça


O professor do curso técnico em meteorologia do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) Daniel Sampaio Calearo explicou que o tempo tem favorecido as chamas no Norte do país.


“Nessa época do ano, ocorrem muitos focos de incêndio em partes do Brasil. Há escassez de chuva muito grande e isso gera um solo muito seco. Há facilidade para que focos de incêndio possam se alastram e ficar de grande porte”, afirmou.  



Céu acinzentado em Florianópolis nesta sexta-feira (9) — Foto: Clarìssa Batìstela/g1


 Ele explicou como as nuvens acinzentadas chegam a outras partes do país. "A fumaça desses incêndios acaba se elevando na atmosfera e é carregada pelos ventos em aproximadamente 1,5 mil metros de altitude. Esses ventos trazem essa fumaça em direção ao Sul do país", disse.


"Essa fumaça fica acumulada na atmosfera e aparenta então essa tonalidade acinzentada que se verifica no céu e está mais evidente nestes últimos dias aqui em Santa Catarina, inclusive aqui na região de Florianópolis. O aspecto do céu hoje na região de Florianópolis é bem evidente deste acúmulo de fumaça que está na atmosfera neste momento", finalizou.



g1